Perguntas - Necessidades - Possibilidades - Habilidades

Embora todas as etapas de um processo seletivo sejam estressantes, nenhuma consegue ser mais estressante que a entrevista de emprego. Um pouco de preparação e conhecimento sempre ajudam a afastar o nervosismo... por isso, resolvemos deixar aqui uma lista com as perguntas mais comuns em uma entrevista de emprego (note que muitas delas sofrem variações de formulação, mas mantém o mesmo núcleo de sentido).

1. Fale-me um pouco de você

Tão obrigatória para um selecionador quanto “fale-me sobre sua mãe” para um terapeuta. Muitas vezes essa pergunta pode tomar outras formulações ou até mesmo ser dividida em várias perguntas menores (fale-me um pouco sobre seus hobbies ou coisa parecida).

2. Quais são seus objetivos a longo prazo?

O importante nessa pergunta é evitar respostas passivas, que tendem a transmitir indecisão ou falta de consciência na carreira, e também respostas muito genéricas (“ganhar bem”, “aposentar-se”), que também demonstram falta de planejamento, e até de preocupação, com a vida profissional.

3. Como você trabalha sob pressão?

Como não existe trabalho qualquer sem cobranças e sem pressão um “não” respondido a essa pergunta conta praticamente como uma renúncia à candidatura a vaga. Porém, um “sim” seco não será o suficiente. Tente complementar e justificar sua resposta com exemplos de situações de seus trabalhos anteriores nas quais você se encontrou sob pressão e ainda assim obteve os resultados desejados.

4. Quais são seus pontos fortes?

Cite suas qualidades e características pessoais que mais influenciam (positivamente) no seu trabalho.

5. Quais são seus pontos que precisam de desenvolvimento?

Essa pergunta é a mais complicada de todas. Evite citar um defeito muito grave, o que, obviamente, acabará causando uma má impressão, mas também evite cair no clichê de tentar vender um defeito como qualidade para causar boa impressão: “viciado em trabalho”, “perfeccionista”, “exigente”, etc.

6. Por que você escolheu essa carreira?

Caso sua escolha não tenha sido muito consciente ou muito bonita (“ah! Simplesmente escolhi no guia de profissões do vestibular”) dê uma enfeitada para parecer que sua escolha foi mais coerente e racional do que realmente foi. Cite como seus pontos fortes favorecem a colocação nessa área, como você se identifica com essa área, etc.

7. Quais foram suas maiores realizações profissionais?

Não se faça de regado. Faça campanha e venda seu peixe sem nenhuma vergonha. Seja específico.

8. Que avaliação você faz de sua última experiência profissional?

Não pode nunca faltar uma pergunta sobre sua experiência profissional. Fale positivamente sobre a empresa e sua função nela. Não se queixe.

9. O que procura num emprego?

Evite respostas genéricas (ganhar bem, aposentar-se) foque-se em respostas que passem a ideia de um planejamento de carreira (ou pelo menos que passe a ideia de que você é alguém que se importa com sua vida profissional).

10. Como você poderá contribuir para o desenvolvimento da empresa?

Para responder a essa questão (e outras questões semelhantes) é preciso fazer um pequeno dever de casa antes de ir para a entrevista. Pesquise sobre a empresa e a vaga a qual estará se candidatando. Responda essa pergunta com base nessa pesquisa de casa. Na dúvida, não tenha vergonha de perguntar ao selecionador.

Mais artigos
© Copyright 2012 Link Empregos - Todos os direitos reservados