Seleção - Etapas - Processos - Comportamento

A busca por um emprego (seja ele um novo emprego ou o primeiro emprego) é algo muito importante na vida de uma pessoa. É algo cheio de expectativas, responsabilidades, esperanças... e claro, de estresse. Grande parte desse estresse está concentrado no processo de seleção. Como será dado esse processo? Como ele será conduzido? Quantos candidatos existirão? Quais minhas chances de ser escolhido? Mil e uma dúvidas pipocam pelo pensamento do candidato, elevando à ansiedade as alturas.

Tal processo também é de importância vital para a empresa. É por meio do recrutamento que a empresa é capaz de garantir a sua criatividade, sua capacidade de inovação, sua qualidade, enfim, é apenas por meio do processo seletivo externo que uma empresa pode injetar sangue novo e oxigenar suas atividades. Por isso, é extremamente importante que a empresa faça uma boa escolha e fique com o candidato que possua não apenas as capacidades, habilidades e experiências necessárias para a vaga em questão, mas também o candidato que possua o perfil e o estilo mais apropriados para a vaga a ser preenchida. É por esse motivo que os selecionadores têm a sua disposição os mais diversos processos e técnicas para explicitar as habilidades e perfis dos usuários, de modo que, cada selecionador possa escolher as técnicas que acreditam serem as mais adequadas para selecionar novos funcionários.

Entrevista. Talvez esta seja a mais famosa das etapas do processo de seleção. Praticamente onipresente em todos os processos de seleção de todas as empresas, consiste em uma pequena reunião entre o candidato e o(s) selecionador (es). Durante tal “reunião”, o selecionador fará uma série de perguntas ao candidato. Tais perguntas possuem uma série de funções: confirmar as qualificações e habilidades do usuário, reunir informações para traçar o perfil do candidato (e compará-lo com o perfil desejado para a vaga em questão), obter um feeling a respeito das características pessoais do funcionário, avaliar brevemente suas habilidades interpessoais, etc. A entrevista é conhecida como o “momento da verdade”, no qual o selecionador poderá “confirmar” as impressões iniciais ou criadas pelas etapas anteriores do processo seletivo a respeito do candidato.

Dinâmica de grupo. A dinâmica de grupo é utilizada pelos selecionadores, pois permite analisar uma gama de comportamentos que outros métodos de seleção não permitem. A dinâmica de grupo é um experimento social que visa aanálise comportamental. Portanto, procure entender bem o sistema da dinâmica, aceite seu papel e participe da melhor maneira possível.

Teste escrito. Mais voltado para a análise de conhecimentos teóricos ou bastante abstratos. Também pode ser usado para a garantia de um conhecimento escolástico mínimo. No caso em que a expressão por meio da linguagem escrita for intrínseca ao trabalhogeralmente inclui uma prova de redação e interpretação de textos.

Testes de idiomas. Podem ser tanto orais (e ser bem mais parecidos com entrevistas, porém mais curtos) quanto escritos. Como não existe um padrão para a classificação dos idiomas nos currículos (o que significa ter “inglês intermediário”?) e muitos candidatos costumam a exagerar seus conhecimentos linguísticos, as empresas costumam a usar esse tipo de instrumento quando for necessário avaliar as competências do candidato no idioma em questão. Os testes variam de acordo com o nível de conhecimento (fala, escrita, nível básico, avançado) exigido pela vaga.

Testes psicológicos. Testes mais específicos, desenvolvidos por pesquisadores (mas, não necessariamente aplicados por um) voltados para a análise de aspectos bastante específicos da personalidade, da psique ou do comportamento do usuário. Geralmente é utilizado apenas quando um bom nível das características avaliadas é essencial para a adequação à vaga.

Muitos outros testes podem ser aplicados, todos eles de natureza mais específica. Por exemplo, um processo seletivo para segurança pode exigir um teste físico ou um teste de condução; a seleção de um profissional de publicidade geralmente passa por uma análise do portfólio do candidato.
Enfim, quanto maior o nível de sofisticação, maior a chance de que as empresas escolham o candidato com o perfil mais adequado a vaga. Ou seja, se você se encaixa no perfil desejado, o aprimoramento dos métodos de seleção deve aumentar suas esperanças e não seu estresse.

Mais artigos
© Copyright 2012 Link Empregos - Todos os direitos reservados